produtos organicos para supermercados

Assim como demais produtos do segmento de saudáveis, o setor de produtos orgânicos para supermercados ganhou ainda mais espaço durante a crise gerada pelo novo coronavírus.

O avanço é proveniente do aumento envolvendo a preocupação do consumidor com a saúde, imunidade e boa alimentação.

A repercussão da importância dos alimentos orgânicos impulsionou o consumo em 50% no varejo e fez com que sítios orgânicos passassem a triplicar a produção no primeiro semestre de 2020, segundo Organis.

Neste artigo, falaremos sobre o consumo de alimentos orgânicos no Brasil e como implantá-lo em seu negócio.

Produtos orgânicos para supermercados: Como é o consumo de orgânicos no Brasil?

Alimentos orgânicos são cientificamente comprovados como os melhores para a saúde do corpo humano.

Eles são livres de agrotóxicos sintéticos, transgênicos ou fertilizantes químicos e não agridem o meio ambiente.

Além disso, esses alimentos são fortemente recomendados por médicos e especialistas em nutrição, independentemente do perfil de consumidor.

De acordo com pesquisa sobre consumidor de orgânicos, realizada pela Organis, no Brasil, esse setor está em crescimento constante.

Em 2017, 15% da população já consumia ao menos um produto orgânico por mês, enquanto em 2019, esse número aumentou para 19%. 

Outro número que chama atenção, mostra uma maior distribuição e descentralização no consumo de orgânicos pelo Brasil.

A região Sul, antes representando 34% do consumo total em 2017, passou a representar 23% em 2019. Podendo assim concluir, que essa não é uma tendência exclusivamente regional.

Além disso, a pesquisa também relatou que a ingestão de alimentos orgânicos dentre as pessoas que têm esse hábito, ocorre em média, três vezes por semana.

O maior empecilho existente entre os que não o têm o hábito, é o preço mais elevado dos produtos (citado por 75% dos entrevistados).

Produtos orgânicos para supermercados mapa de consumo brasil
Mapa de Produção de Orgânicos distribuídos pelas unidades da federação. Produzido em 2017 pelo Ministério da Agricultura do Brasil.


Produtos orgânicos para supermercados: Quais são os produtos mais consumidos? 

Quer saber quais produtos orgânicos para supermercados vale a pena apostar? Vamos falar então sobre os mais consumidos.

Os vegetais são unanimidade quando questionados sobre quais os alimentos orgânicos mais procurados.

Dentre eles, alface é o mais consumido, seguido por tomate, rúcula, banana, frutas em geral e sucos.

Cerca de 63% das pessoas preferem comer verduras orgânicas do que com agrotóxicos.O mesmo acontece com os legumes e frutas com 25% de preferência e cereais com 12%.

Analisando com base nas regiões do Brasil, o Nordeste tem um consumo muito acentuado de frutas orgânicas (59%), já o Sul tem de legumes (35%) e o Sudeste de Cereais (16%).

Vale ressaltar também, que além dos tradicionais produtos orgânicos para supermercados mencionados acima, também existem muitos outros em categorias como, produtos de higiene pessoal, cosméticos, vestuário e produtos de limpeza.

pasta de amendoim neaked nuts


Com que frequência os produtos orgânicos são consumidos?

O consumo em si é muito variado de pessoa para pessoa.

No entanto, pode-se analisar determinada recorrência dentre aqueles que consomem orgânicos:

  •  33% diz consumir apenas 1 vez por semana;
  • 16% consome 2 vezes, o mesmo número para aqueles que consomem entre 3 e 5 vezes;
  • 36% já tem este consumo como um hábito, fazendo-o mais de 5 vezes por semana.

Quais critérios os brasileiros usam para escolher um produto orgânico?

produtos organicos para supermercados como brasileiros escolhem

A esmagadora maioria acredita que o preço seja um critério decisor no momento de realizar a compra de um alimento orgânico.

Por isso, a indústria tenta fortemente suprir essa dor do shopper.

No entanto, as condições para que isso seja possível são muito difíceis, visto que o processo produtivo é mais custoso e envolve demasiada mão de obra.

Uma alternativa que vem sendo aplicada por parte do varejo, é a redução estratégica na margem desse tipo de produto.

Dessa forma, os alimentos orgânicos passam a ter maior giro e também atraem novos perfis de consumidores para o estabelecimento, tornando-o ainda mais lucrativo.

Mas além do preço, confiança também é um dos grandes fatores.

Quando comparadas duas marcas semelhantes de alimentos orgânicos, é indispensável que haja transparência do processo no qual aquele produto passou.

O perfil de público que consome orgânicos, têm a alimentação saudável com uma de suas principais preocupações e deseja que a marca escolhida tenha credibilidade dentro do segmento.

produtos organicos para supermercados onde brasileiros gostam de comprar


Onde os brasileiros gostam de comprar produtos orgânicos?

Em relação a localização, a preferência de compra é para lugares próximos a residência das pessoas, ou seja, centros comerciais não são o enfoque neste caso.

Já dentre os canais de venda, hortifrutis e supermercados são os preferidos, o que não é surpresa.

Visto o alto crescimento da demanda por produtos mais saudáveis, muitos varejistas apostaram em hortas próprias que produzissem os orgânicos, para que eles, posteriormente, comercializassem em suas lojas.

O Carrefour e o supermercado Super Saudável são grandes exemplos disso.

O primeiro identificou a tendência crescente no consumo deste setor e então, criou o movimento Act for Food, que faz parte do plano “Carrefour 2022”.

Tendo como pilares a transformação digital e a transição alimentar, com o objetivo de levar mais saúde e alimentos de qualidade com preços mais justos para os lares brasileiros.

Já o Super Saudável, inaugurado no final de 2018, conta com uma horta aquapônica, onde o cliente pode colher diretamente da terra suas verduras e legumes.

Quais marcas de orgânicos são referência no mercado?

Marcas referência são aquelas de fácil lembrança quando um atributo de um produto é mencionado.

Mas, com relação aos orgânicos não há nenhuma marca forte o suficiente que seja lembrada por muitas pessoas. 

A maioria, 84%, não se recorda de nenhuma, todavia os que se recordaram, mencionaram:

·      Korin

·      Mãe Terra

·      Bem Orgânico

·      União

·      Vapza

·      Native – produtos da Natureza. 

·      Tio João

acesse pasta de amendoim naked nuts


Alimentos orgânicos funcionam no delivery?

Trabalhar com entrega de produtos certamente é um desafio, principalmente quando estes produtos demandam tanto cuidado por parte do fornecedor.

Esta é uma das barreiras que os varejistas veem em implantar produtos orgânicos para supermercados em suas entregas online.

Em um Podcast realizado pela UOL com Silvana Balbo, diretora de marketing do Carrefour, este desafio foi muito mencionado.

Na entrevista, a empresária comentou sobre atualmente existirem três barreiras neste nicho, estão elas:

1.    Confiança: se o consumidor não confia na empresa, ele não vai delegar para ela a responsabilidade de selecionar produtos perecíveis que possam chegar na casa deles em condições inadequadas.

2.    Preço: para o brasileiro em geral, fazer suas compras online significa pagar mais caro, principalmente tratando-se de orgânicos. Portanto é essencial desmistificar este pensamento quebrando a barreira.

3.    Logística: no dia a dia corrido as pessoas não têm tempo suficiente para esperar três horas, em casa, para a compra chegar, como é o imaginado. Então, preferem gastar apenas uma hora indo até o local e já saindo com as compras em mãos.

Por outro lado, por mais que esta dinâmica seja particularmente difícil no momento, existem alguns mercados especializados que trabalham com ela de forma muito positiva.

Segue 3 exemplos, como inspiração para implantar em seu negócio:

1.    Mercado Orgânico: é uma feira online que vende uma série de produtos orgânicos como massas, queijos, iogurte e até vinho.

Mostre que você entende a importância dos orgânicos, por isso ofereça variedade de produtos para ajudar no consumo diário do seu cliente.

2.    Raízs: é uma loja que conta com um programa de assinatura mensal de cestas de produtos orgânicos. Nela você pode escolher exatamente a quantidade de produtos que deseja e toda semana eles o entregam em sua casa.

Estimule a customização, os clientes sentem que desta forma, existe um maior cuidado com seus produtos, além de ter exatamente o que desejam.

3.    A Boa da Terra: é um pequeno produtor de alimentos orgânicos. Ele trabalha com opções de cestas pré-montadas que são atualizados semanalmente, de acordo com a previsão de produtos que serão colhidos.

Ter como estratégia variar o cardápio de acordo com a colheita é um diferencial, pois o consumidor entende isso como algo fresco e com boa procedência.

Conclusão

Consumir produtos saudáveis já é uma realidade e os produtos orgânicos para supermercados, uma tendência. 

O desafio está em comercializá-lo em grande escala sem que a qualidade e credibilidade, enquanto marca, sejam afetadas.

Aqui na Naked, prezamos muito pela qualidade de cada um dos ingredientes que compõem nossas pastas.

Quer se tornar um parceiro e ter as melhores pastas de nuts no mix da sua loja? 

Temos condições especiais para lojistas: acesse nosso site e confira suas vantagens.