Comer muita castanha de caju faz mal

Você já se perguntou se comer muita castanha de caju faz mal? Bem, parafraseando o mestre Buda, o segredo para uma boa vida é o caminho do meio – ou seja, o equilíbrio.

E na nossa alimentação, não teria por que ser diferente. Neste texto, vamos mostrar a melhor maneira de consumir a castanha de caju para aproveitar todos os seus benefícios mágicos – e que não são poucos.

Acompanhe!

Afinal, comer muita castanha de caju faz mal?

Que a castanha de caju traz inúmeros benefícios para o nosso organismo, você já deve estar cansado de saber.

Afinal, ela é muito rica em nutrientes e gorduras boas que ajudam a manter a forma e ainda previnem uma série de doenças.

Mas, se você acha que tudo isso é sinal verde para você comer as oleaginosas à vontade, é bom pensar duas vezes. Veja a seguir os riscos que o excesso do alimento pode acarretar para sua saúde.

Riscos de comer castanha de caju em excesso

É verdade: as castanhas de caju são irresistíveis! Mas quem exagerar na dose pode acabar pagando um preço.

Confira os riscos desse excesso:

  • Aumento do peso: quem pretende emagrecer ou até mesmo manter a forma, é bom tomar cuidado com a quantidade de castanhas ingeridas. Como o alimento é rico em gorduras (ainda que as boas), ele é também calórico e pode causar aumento de peso indesejado
  • Excesso de selênio: a castanha também é rica em selênio, que, em pequenas quantidades, é um excelente antioxidante. Já o excesso pode provocar o efeito contrário no corpo, além de prejudicar a saúde do cabelo e da pele
  • Potencial alergênico: a castanha também pode provocar alergias em pessoas com essa predisposição, principalmente entre quem sofre com problemas respiratórios ou de pele. Portanto, se você pertence a esse grupo, é sempre bom consultar seu médico
  • Intoxicação: castanhas mal armazenadas podem conter aflatoxina, um fungo que causa danos ao fígado. Por isso, é sempre bom ficar de olho no fabricante da sua castanha, e se o local de venda apresenta boas condições de higiene, combinado?

Principais benefícios da castanha de caju

Riscos de comer castanha de caju

Agora que você já conhece os riscos do exagero na dose da castanha, nada mais justo que pularmos para a parte boa. 

Afinal, quando consumida na medida certa, o alimento oferece tantos benefícios que fica até difícil listar tudo em um artigo só.

Acompanhe os principais deles!

  • Melhora a saúde do coração: por conter gorduras boas, a castanha de caju atua diretamente no aumento do chamado colesterol bom e na redução do colesterol ruim, fazendo um excelente trabalho no nosso sistema cardiovascular 
  • Fortalece os ossos: a castanha também é fonte de magnésio, fósforo e cálcio, grandes aliados da saúde dos dentes, dos ossos e contra doenças como osteoporose
  • Ajuda o sistema imunológico: muito rica em antioxidantes, a castanha atua eliminando os radicais livres, combatendo o envelhecimento precoce e mais uma série de doenças, como o câncer. Ela também é fonte de zinco, famoso pela atuação no sistema de defesa no nosso organismo
  • Auxilia no funcionamento do sistema nervoso: as castanhas são ainda importantes fontes de vitaminas do complexo B. Esses nutrientes desempenham papel fundamental na manutenção da nossa saúde cerebral, sendo essenciais para a nossa memória.

Benefícios da castanha de caju na musculação

A castanha de caju também é um dos alimentos mais indicados para quem frequenta academias.

Rica em proteínas, ela costuma ser braço direito dos marombeiros que pretendem ganhar massa magra e desenvolver músculos.

Além disso, por ser um alimento calórico, a castanha também é uma excelente fonte de energia, perfeita para dar aquele gás pré-treino e ainda manter a saciedade ao longo do dia.

Principais dúvidas sobre o consumo de castanha de caju

Até aqui, você conferiu os principais benefícios da castanha de caju e os cuidados que devem ser tomados na hora de ingeri-la.

Mas sempre resta uma dúvida ou outra, não é mesmo? Aproveite para esclarecer com a gente estes pontos finais!

Comer muita castanha de caju engorda? 

Se a castanha de caju faz tão bem, quanto mais, melhor… certo?

Errado! Já vimos aqui no artigo que a castanha é calórica, e, por isso, seu consumo deve ser moderado.

Afinal, cada 100g do alimento contém nada menos que 590 calorias e, mesmo apresentando as famosas gorduras boas, elas podem, sim, ocasionar o aumento de peso.

Quantos gramas de castanha de caju devo comer por dia?

Já sabemos que mesmo os alimentos saudáveis não devem ser consumidos em excesso, confere?

No caso da castanha de caju, a dose diária satisfatória é de um punhado, ou seja, o equivalente a mais ou menos 30g da oleaginosa.

Comer muita castanha de caju pode levar à diarreia? 

De uma maneira geral, não existe nenhum estudo que trace uma ligação direta entre o consumo de castanha de caju e a diarreia. 

Mesmo assim, o consumo da oleaginosa deve ser ainda mais moderado em pessoas com problemas de intestino – até porque a castanha também é uma importante fonte de fibra, nutriente famoso por impulsionar o funcionamento do órgão.

Diarreia após comer castanha de caju também pode ser um dos sintomas de alergia. Então, cuidado!

Quem não deve comer castanha de caju?

Com exceção das pessoas alérgicas ao alimento, praticamente todo mundo pode comer castanha de caju. 

No caso dos alérgicos, a ingestão da castanha pode causar coceira intensa, dificuldade de respirar e vômitos.

Já as crianças pequenas devem ser sempre supervisionadas pelos adultos ao comer o alimento, já que os pedaços podem levar os pequenos a engasgarem. 

Comer castanha de caju crua faz mal? 

Você já pensou em comer a castanha de caju diretamente da fruta? 

Além da oleaginosa não parecer muito apetitosa na versão crua, ingeri-la dessa forma pode ser até perigoso para a saúde.

Isso porque a castanha de caju crua contém urushiol, uma toxina perigosa que também é encontrada na hera venenosa. 

Somos tão sensíveis a essa toxina que, só de ter contato com a pele, podemos desenvolver irritações e feridas.

Caso seja ingerida, o efeito pode ser, inclusive, mortal. Então, já sabe: castanha de caju, só se for torrada!

Conclusão

Agora que você já é praticamente um expert em castanha de caju, falta descobrir onde adquirir a sua de forma segura e saudável.

Sendo assim, que tal conhecer as pastas de castanha da Naked Nuts agora mesmo? 

Só com a Naked Nuts você encontra pastas de diversos sabores, naturais – sem adição de glúten ou açúcar – e, claro, deliciosas!